---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Programa Castellense de Coleta Seletiva de Lixo

Publicado em 15/09/2014 às 14:11 - Atualizado em 05/06/2017 às 09:54

O Programa Castellense de Coleta Seletiva de Lixo consiste na implantação da coleta seletiva de resíduos sólidos urbanos, através de parcerias de diferentes setores da Prefeitura Municipal de Presidente Castello Branco - SC. O Programa nasceu através de reuniões com a comunidade castellense do interior, onde o tema Lixo foi amplamente discutido devido à grande problemática que o mesmo representava, pois até o ano de 2007 (ano da implantação do Programa), não havia coleta seletiva nas comunidades do interior.  A partir daí, várias ações foram realizadas no sentido de sensibilizar e conscientizar toda a população sobre a correta segregação dos resíduos sólidos e a importância disso para a preservação do meio ambiente.

Mensalmente o Aterro Sanitário Municipal de Presidente Castello Branco recebe aproximadamente 20 toneladas de resíduos sólidos urbanos - RSU (0,600 Kg/hab./dia), sendo que deste total 30% é de material reciclável seco  (destinado para a central de triagem/prensagem), 55% é considerado rejeito (destinado diretamente para a vala) e 15% é de material orgânico (direcionado para o processo de compostagem presente no próprio Aterro Sanitário).

Os dados apresentados acima revelam que o município de Presidente Castello Branco ainda não atingiu um índice alto de reciclagem, no entanto essa municipalidade está acima da média nacional de lixo urbano reciclado, que segundo o Compromisso Empresarial para Reciclagem é de 27% (CEMPRE, 2013).

É importante destacar que o Programa Castellense de Coleta Seletiva de Lixo foi ganhador de dois prêmios no ano de 2013. O primeiro prêmio celebrado pelo Programa foi o 5 º  Prêmio Melhores Práticas da A3P  do Ministério do Meio Ambiente – Destaque da Rede – Gestão de Resíduos .A segunda premiação designada ao Programa Castellense de Coleta Seletiva, foi o 21 º Prêmio Expressão de Ecologia, instituído pela Editora Expressão (Troféu Onda Verde), a qual já registrou 2.160 cases inscritos, das principais empresas, ONGs, prefeituras e entidades da região Sul

No ano de 2015 o Programa Castellense de Coleta Seletiva foi contemplado com um recurso proveniente do Ministério Público de Santa Catarina (Fundo para Reconstituição de Bens Lesados), conforme termo de convênio nº 06/2015/FRBL, processo nº 2015/001016/FRBL, publicado no Diário Oficial Eletrônico do Ministério Público do Estado de Santa Catarina. O recurso no valor de R$ 96.954,00 (noventa e seis mil novecentos e cinquenta e quatro reais) foi destinado para compra de materiais e insumos para manutenção das atividades do Programa.

Diante dessas questões, observa-se que o Programa está possibilitando um maior entendimento por parte dos munícipes, sobre a importância de classificar o lixo que produz. Além disso, o Programa também contribui para uma maior aproximação das escolas com a comunidade, valorizando os projetos de educação ambiental desenvolvidos pelas mesmas, contribuindo na sensibilização da comunidade para os problemas ambientais, visando sua mobilização para a melhoria da qualidade de vida de todos.